terça-feira, 31 de agosto de 2010

tudo que é só)(lido

versos calm/antes
nunca..Am/antes
nunca ..D/antes

(nave
gados)

versosfaladosnun
.................... escritos
nunca
......Apócrifos

versos inteiros nunca
versões nunca
metades

versos À vera
..............verões
..............outonos
..............invernos *

versos anti-
...........rôuais
versos totais versos

éter

15 comentários:

  1. Pra ser sincero, não entendi nada. (Nao tou criticando, só não entendi mesmo. Mas tbm imagino que seja brochante, pra quem faz poesia, explicar. Talvez seja em algum nível similar a contar uma piada e ter que explicá-la depois. Ora, o riso explosivo, que era a reação pretendida com a pilhéria, não teria vindo na primeira vez, consequencia da falta de compreensao do ouvinte. Depois da explicação, o riso até poderia chegar, mas muito provavelmente sem a explosão que se havia imaginado. Se bem que há aquelas piadas que podemos ouvir milhares de vezes e mesmo assim o riso não cansa de vir, às vezes até chegando mais explosivo quanto mais se ouve e conta a piada. Mas estas são raras, certamente).

    ResponderExcluir
  2. metalinguística sensorial, tudo o que é "só lindo" :)
    muito bom!

    ResponderExcluir
  3. Olá , sou leitora do blog..

    e neste momento estou ajudando a uns amigos na divulgação de um evento artístico que ira acontecer no rio de janeiro..

    Gostaria de poder te passar um release do projeto...Para que você possa nos ajudar como puder.

    Manda uma msg, pra

    crica100@hotmail.com que em seguida lhe envio tudo...Agradeço.

    Cristina de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Chegando para conhecer e... Encantada.
    :)

    ResponderExcluir
  5. Você e sua poesia concretiva [concreta+criativa]! massa! :)

    ResponderExcluir
  6. Olá Moço!!
    Há um tempo não passava por aqui.
    Bacanas esses versos.Achei a composição mais madura.Mas,o mais admirável é que existe evolução nas suas composições sem perda do poético.
    A poesia deve ser sempre a matéria-prima da poesia. rs!

    Até.

    ResponderExcluir
  7. poeta!
    bom saber de sua poesia
    neste momento criativa mais em outros tantos ativa
    e só
    e outros menos tantos nega-ativa.

    vou fazer uso do teu blog.
    alimento organcio achei aqui
    com a quimica necessária.
    prazer em conhece-lo

    ResponderExcluir
  8. lido e relido. versos inteiros. só.
    eita... gosto muito da tua poesia!
    abraço!

    ResponderExcluir
  9. Ré.ver.berrante reverberou
    Verso a rever.só em cada lida
    A.colhe.ida de.gustar...

    Subversivo e belo!

    :)

    A.prece.ando aqui...

    ResponderExcluir
  10. Metapoesia e poema completo aos pedaços? Gostei. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  11. alexandre "o Grande": como Búh em sua assertiva disse - sua poesia é CONCRETIVA. ah ! poesia ! a poesia é...isso. nos leva a lugar nenhum e ao mesmo tempo a todos...

    parabéns poeta.

    visite-me

    abraços

    www.escarceunario.blogspot.com
    www.setecetaras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Poesia não se explica, já dizia Apoema.
    Se precisar de explicação para você, não te é poético.

    Apaixonada pelas palavras há pouco lidas.
    Acabou de ganhar outra seguidora. (:

    ResponderExcluir

Comente, se você não for um andróide.